segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Tarte de Quinoa com Curgete, Requeijão e Tomate Cherry








Não existe nada melhor quando cozinhamos com amor...
Quando cozinhamos com amor, as receitas saem sempre tão saborosas.....
Sempre achei e acho que devemos aprender a variar a nossa alimentação, quando fazemos receitas com alimentos diferentes como é o caso da quinoa faz com que consigamos aprender a gostar deles.

A quinoa é um cereal que quando olhamos para ele apenas vemos um cereal simples e pensamos para que será isto? o que poderei fazer com isto?


Quinoa é um hidrato de carbono de absorção lenta, este cereal é de uma riqueza nutricional incrível!
E sendo ele de uma riqueza incrível está presente na minha alimentação sempre!


Existem alimentos bem mais nutritivos para a nossa saúde e experimentando e gostando é meio caminho para conseguirmos ter uma alimentação mais equilibrada, retirando assim alimentos que não nos fazem falta nenhuma na nossa vida.

A Quinoa é rica em fibra fazermos um um consumo alimentar diário de fibra, ajuda a manter estáveis os níveis de glicémia (açúcar) no sangue, é boa para o colesterol, controla o apetite e é benéfico para o trânsito intestinal”.
O facto de ficarmos sem fome durante muito tempo é um dos principais aspeto que tornam a quinoa uma boa fonte de alimento para quem está de dieta, porque assim conseguimos ficar mais cheios e saciados durante mais tempo.



Não tem glúten a quinoa é uma excelente opção para quem sofre de intolerância ao glúten ou até para aquelas pessoas que não são intolerantes mas sentem desconforto após comer alimentos com glúten.




Ingredientes (Para 6 Pessoas)
250g quinoa
6 ovos
1/2 chávena de queijo parmesão magro ralado
1 curgete média
150g de tomate cherry
175g de requeijão magro
200ml de natas de soja light
sal q.b (usei necton)
pimenta q.b (usei margão)
mangericão picado
Confecção Tradicional
  1. Comece por preparar a base, cozinhe a quinoa conforme as instruções da embalagem, a que usei era o dobro em água da quantidade de quinoa usada.
  2. Quando estiver cozida, coloque de parte e escorra muito bem e deixe arrefecer.
  3. Quando já estiver fria, junte o queijo parmessão e dois ovos batidos, bater bem com uma colher de arames e temperar com sal e pimenta.
  4. Forre uma tarteira ou uma forma com a mistura da quinoa fazendo pressão nas laterais para que fique bem espalhada. Levar ao forno a 200ºC por 15 a 20 minutos ou até ficar dourada.
  5.  Enquanto a massa está ao forno, bata os restantes ovos numa taça e junte o requeijão, as natas e a curgete ás rodelas ou meias luas caso seja uma curgette grande. Tempere com sal e pimenta.
  6. Verter o preparado para dentro da uma forma e coloque rodelas de tomate cherry e folhas de mangericão.
  7. Levar ao forno por mais 35 a 40 minutos ou até estar cozinhada.


terça-feira, 12 de setembro de 2017

Emagrecer com Saúde ou Viver em Dietas?



Como sabem já perdi quase 50 quilos, quando iniciei as minhas dietas, no qual aprendi a deixar de o chamar Dietas (Mais à frente vão entender).



A verdade é que cada vez mais existem ; dietas e mais dietas...

Na minha opinião acho que quando iniciamos a nossa perda de peso, tentamos todas as dietas e mais algumas de forma a ver qual conseguimos obter melhores resultados.

Recordo me ainda quando iniciei a minha “dieta”, que no primeiro mês perdi logo 7 kilos! Fiquei fascinada!!!

Nem queria acreditar quando vi menos 7 kilos num mês, como é obvio achei que aquela dieta era a melhor de todas.

Pois é! era uma dieta que não comida absolutamente hidratos nenhuns!

Como é lógico perdi 7 kilos, após alguns meses apesar de o peso já não baixar tanto e fazia o mesmo, continuei a não comer hidratos alguns, achava que era o melhor que podia fazer para perder peso e por esta razão assim o mantinha.

Como era de esperar após alguns meses perdi bastante peso, mas ganhei 5 grandes problemas!
1º Já ninguém me aturava, andava sempre irritada;
2º Tonturas constantes;
3º Não conseguia dormir;
4º Fazer desporto nem pensar eu nem energia tinha para pensar quanto mais para treinar.
5º Tristeza constante….
Pois é! Após 4 meses tinha perdido 25 kilos, mas a tortura era tanta que só me apetecia chorar todos os dias…

Bem, durante este tempo, apesar da dieta que fazia, eu continua sempre à procura de algo diferente e melhor, talvez a dieta milagrosa que sempre acreditamos que existe não é?

Pois bem, após estes meses que hoje posso chamar tortura, li tanto sobre dietas, que  chegou o dia que se fez luz na minha vida.

Esta luz fez me pensar e após tanta leitura já feita sobre nutrição, decidi que Dieta era a palavra errada na minha vida!

O que eu precisava mesmo era de reeducar a minha alimentação, aprendendo a comer com a mesma vontade que comia quando comia apenas comida errada.
(bla bla bla) é o que estás a pensar não é? Reeducar, prazer?

É altura em que algumas pessoas estão a ler isto e dizem prazer? Onde comer legumes é um prazer? Onde não comer bolos é bom?

Pois é, é  ai mesmo que entra a palavra reeducação alimentar!

Reeducação alimentar a palavra que mais uso hoje em dia, a palavra que me ajudou nesta minha luta contra o meu excesso de peso.

Aprendi a reeducar a minha alimentação e ai sim perdia peso com gosto, sentia me bem comigo própria, andava bem disposta, sorridente e com energia.

Segredo para perder peso para sempre é aprendermos a comer!

Não adianta fazer a dieta do ovo, dieta do grupo sanguíneo , dieta do PH… se não soubermos comer!

Em primeiro lugar temos de aprender a comer! Foi o que eu fiz!

Quando aprendemos a comer, criando assim hábitos saudáveis, como escolher os alimentos que nos fazem sentir melhor, aprendo a colocar alimentos de parte, pois percebemos que os mesmos não fazem qualquer significado consumirmos ,isso sim é importante! Isto sim é aprender a comer para a vida.

Parece mentira, mas os hábitos saudáveis são treinados, o nosso paladar é treinado….

Primeiro passo que devemos fazer é começar a confecionar alimentos de forma diferente.

A verdade é que se pouco a pouco começarmos a não comer alimentos que comíamos, começamos a deixar de ter vontade de os comer, tal como se começarmos introduzir alimentos que não comíamos, se os comermos com mais frequência, começamos a não conseguir passar sem eles.

Eu por exemplo adorava bolachas, assim que aprendi a ler o rótulo de alimentos e verificava que apenas uma bolacha podia ter entre 6g ou mais de açúcar, fiquei tão assustada que não as quis mais na minha vida.

Com isto, o que vós quero transmitir é que não procurem dietas milagrosas e dietas da moda procurem sim algum profissional de saúde que vós ajude a reeducar a vossa alimentação consoante a vossa vida, e consoante o vosso gosto alimentar!

Como é lógico podem sempre seguir regimes alimentares diferentes! Existem pessoas com intolerâncias alimentares, outras que até podem não ser intolerantes mas tem sintomas já visíveis e que provocam desconforto! Eu por exemplo com o leite…

Seja como for, nunca se esqueçam que uma alimentação equilibrada é um fator importante para conseguirmos ter uma melhor saúde.


Sejam felizes, sejam Saudáveis!


Se quiserem acompanhar o grupo de Emagrecer com Saúde que criei , basta clicarem no link do grupo! :)

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Restaurante Paços da Rainha (Hotel Termas Spa em Monte Real)



Cada localidade que visitamos pelo nosso pais lindo em que vivemos, uma das coisas que nunca podemos deixar de fazer é  experimentar a deliciosa gastronomia de cada localidade que visitamos.
Estivemos hospedados no Hotel Termas Spa em Monte Real, o hotel tem uma decoração moderna, o Hotel é lindo lindo mesmo! Um espaço no qual adoramos bastante de passar um fim de semana, queremos muito voltar outra altura para podermos usufruir de muito mais que o hotel nos disponibiliza.

Decidimos jantar no Hotel, sendo um dos Restaurante mais recomendados em Monte Real, não podíamos deixar de poder visitar este espaço, e provar os deliciosas pratos feitos pelo Chef Paulo Monteiro.

Como as imagens valem mais que mil palavras deixo os pratos fantásticos que tivemos o gosto de degustar neste incrivel retaurante.



Mesa de Queijos e chouriços (Uma tentação mesmo!)

Mesa de Saladas

Mesa de Saladas Frias e de algumas tentações! :)

Entrada - (Salada de Tomate Cherry, Rucula e Beterraba com queijo mozarella)

Prato Principal - (Lombo de Salmão com Molho de Camarão e Juliana de Legumes)

Prato Principal - (Lombo de Salmão com Molho de Camarão e Juliana de Legumes)

Sobremesas e Fruta ;)O meu muito obrigada a todo os colaboradores do hotel e do restaurante por nos terem proporcionado um fim de semana fantástico! :)

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Bio-Oi - Solução para Estrias, Cicatrizes e Manchas na Pele




Fui convidada a experimentar este tão famoso óleo Bio – Oil. Claro que com tantos comentários positivos  já testados e reais adorei ter esta oportunidade de o poder experimentar.

Para quem não conhece Bio-Oil é um óleo nascido na África do Sul, um óleo tão falado, especializado em cuidados da pele. É um óleo que previne e atenua estrias, melhora o aspecto das cicatrizes e manchas da pele, assim como é também eficaz no tratamento da pele envelhecida, sendo ainda um excelente hidratante.

Com 309 prémios de cuidados para a pele, Bio-Oil já conquistou o nº1 de vendas em produtos para estrias e cicatrizes em mais de 20 países desde o seu lançamento global em 2002. Em Portugal é o produto “Escolha do consumidor” 2016 na categoria de anti estrias.

Bio-Oil é produzido em conformidade com as BPF – Boas Práticas de Fabrico e tem um certificado de “Beauty without Cruelty”: não são feitos testes em animais e nenhum dos ingredientes é de origem animal.

 Como e onde podemos aplicar Bio-Oil
  • Bio-Oil pode ser aplicado no corpo e na cara.
  • Devemos massajar a área pretendida, com movimentos circulares, até à absorção totaldo óleo.
  • Deve ser aplicado 2x vezes por dia, durante um período mínimo de 3 meses.
  • Não devemos aplicar sobre feridas abertas e em cicatrização.
  • Para mulheres grávidas, é recomendado a aplicação a partir do início do segundo trimestre nas áreas propensas ao aparecimento de estrias, como os seios, parte inferior das costas, abdómen, nádegas, quadris e coxas.
Com Resultados Clinicamente Comprovados

Bio-Oil é um produto certificado com resultados clinicamente comprovados conforme já referi acima. A percentagem de mulheres satisfeitas e que registou uma melhoria significativa da sua pele é bastante elevada.

  • 92% das mulheres notou uma melhoria da aparência das cicatrizes ao fim de 8 semanas de aplicação
  • 100% do universo feminino ficou satisfeito com os resultados de Bio-Oil® na redução da aparência de estrias, após 8 semanas de aplicação.
  • 93% notaram melhorias nas marcas de pigmentação, ao fim de 6 semanas.


Este óleo está no mercado à venda em farmácias e parafarmácias e existem agora três formatos com a embalagem de 60ml (p.v.p 11,99€), outra de 125ml (p.v.p 19,99€) e a mais recente novidade de 200ml (p.v.p 29,99€).


Depois irei dar o meu testemunho após tratamento que estou a fazer com o mesmo, até lá se quiserem experimentar este fantástico produto podem consultar na seguinte imagem o mesmo :)

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Dietas? Ou Reeducação Alimentar?




Como sabem já perdi quase 50 quilos, infelizmente o ano passado devido a um imprevisto de saúde engordei 15 quilos, tudo está a correr bem e esse peso rápido rápido irá à vida :)

Neste artigo vou falar um pouco de mim sobre como foi comigo quando inicie a Dieta, no qual hoje lhe chamo reeducação alimentar.

Aproveito para vôs dizer que criei o meu grupo no Facebook, é um grupo privado onde partilhamos receitas, sugestões e onde nos ajudamos umas às outras, sem julgamentos! Se quiserem participar é (Emagrecer com Saúde).


Pois bem, quando iniciei as minhas dietas, no qual aprendi a deixar de o chamar Dietas (Mais à frente vão entender).
A verdade é que cada vez mais existem dietas e mais dietas, umas sem glúten outras sem hidratos etc…

Na minha opinião acho que quando iniciamos a nossa perda de peso, tentamos todas as dietas e mais algumas de forma a ver qual conseguimos obter melhores resultados.
Recordo me ainda quando iniciei a minha “dieta”, que no primeiro mês perdi logo 7 kilos! Fiquei fascinada!!!

Nem queria acreditar quando vi menos 7 kilos num mês, como é obvio achei que aquela dieta era a melhor de todas.
Pois é! era uma dieta que não comida absolutamente hidratos nenhuns!
Como é lógico perdi 7 kilos, após alguns meses apesar de o peso já não baixar tanto e fazia o mesmo, continuei a não comer hidratos alguns, achava que era o melhor que podia fazer para perder peso e por esta razão assim o mantinha.

Como era de esperar após alguns meses perdi bastante peso, mas ganhei 5 grandes problemas!
1º Já ninguém me aturava, andava sempre irritada;
2º Tonturas constantes;
3º Não conseguia dormir;
4º Fazer desporto nem pensar eu nem energia tinha para pensar quanto mais para treinar.
5º Tristeza constante….
Pois é! Após 4 meses tinha perdido 20 kilos, mas a tortura era tanta que só me apetecia chorar todos os dias…


Durante este tempo, todos os dias procura algo diferente e melhor que me podesse ajudar a perder ainda mais peso, talvez a dieta milagrosa que sempre acreditamos que existe não é? Pois bem, após estes meses que hoje posso chamar tortura da dieta que fazia, li tanto sobre dietas, que  chegou o dia que se fez luz na minha vida.
Esta luz fez me pensar e após tanta leitura já feita sobre nutrição, decidi que Dieta era a palavra errada na minha vida!

O que eu precisava mesmo era de reeducar a minha alimentação, aprendendo a comer com a mesma vontade que comia quando comia só porcarias.

Pois é, é  ai mesmo que entra a palavra reeducação alimentar!
Reeducação alimentar ´é a palavra que mais uso hoje em dia, a palavra que me ajudou nesta minha luta contra o meu excesso de peso.Aprendi a reeducar a minha alimentação e ai sim perdia peso com gosto, sentia me bem comigo própria, andava bem disposta, sorridente e com energia e isso sim era importante.

Segredo para perder peso para sempre é aprendermos a comer!
Não adianta fazer a dieta do ovo, dieta do grupo sanguíneo a dieta sem glúten se não soubermos comer!

Em primeiro lugar temos de aprender a comer! Foi o que eu fiz!
Quando aprendemos a comer, criando assim hábitos saudáveis, como escolher os alimentos que nos fazem sentir melhor, aprendo a colocar alimentos de parte, pois percebemos que os mesmos não fazem qualquer significado consumirmos ,isso sim é importante! Isto sim é aprender a comer para a vida.

Parece mentira, mas os hábitos saudáveis são treinados, o nosso paladar é treinado….
Primeiro passo que devemos fazer é começar a confeccionar alimentos de forma diferente, para que assim não enjoemos ao comermos sempre o mesmo.

Pouco a pouco ao deixarmos de comer alimentos que não nos fazem tão bem, começamos a deixar de ter vontade de os consumir! Assim como se começarmos introduzir alimentos que não comíamos, se os comermos com mais frequência, começamos a não conseguir passar sem eles ;)


Por exemplo as bolachas! Eu toda a minha vida comi bolachas, assim que aprendi a ler o rótulo de alimentos e verificava que apenas uma bolacha podia ter entre 6g ou mais de açúcar, fiquei tão assustada que nunca mais as comprei!

Com isto, o que  quero transmitir é que não procurem dietas milagrosas e dietas da moda procurem sim algum profissional de saúde que vos ajude a reeducar a vossa alimentação consoante a vossa vida, e consoante o vosso gosto alimentar!

Como é lógico podem sempre seguir regimes alimentares diferentes! Existem pessoas com intolerâncias alimentares, outras que até podem não ser intolerantes mas tem sintomas já visíveis e que provocam desconforto! Eu por exemplo com o leite…
Seja como for, nunca se esqueçam que uma alimentação equilibrada é um factor importante para conseguirmos ter uma melhor saúde.


Sejam felizes, sejam Saudáveis!



Um grande beijinho e um sorriso

Vanessa Silva

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Tudo o que Devemos Saber sobre a Fruta

Artigo adaptado de: O que deve saber sobre: Fruta - Diário de uma Dietista

Com a chegada da primavera existe uma maior diversidade de alimentos, principalmente, de produtos horto frutícolas. O consumo deste vasto grupo de alimentos é importante tendo em conta o seu conteúdo em vitaminas e minerais, antioxidantes, polifenóis, fibras, água e baixo valor calórico. 
Contudo,  é fundamental distinguir os vegetais das frutas! Hoje venho falar na análise dos “prós e contras” do consumo de fruta:

Em termos nutricionais as frutas frescas são ricas em:

  • Água (70-95%)
  • Açúcares simples (5-25%)
  • Fibras (1-3%)
  • Vitaminas A, C e E, carotenos, cálcio, potássio e magnésio. 


São, também, importantes sendo uma fonte de energia fornecendo de 100 a 200 kcal por porção. Assim a nutricionista recomenda no blogue Diario de uma Dietista o consumo de 1 a 2 porções de fruta diárias, dependendo do género (homem, mulher), da idade e do nível de actividade física.



Existem diversas formas de consumir fruta: seja fresca, em sumo, em batidos, na salada, confeccionada no prato, na sobremesa, seca, desidratada ou em conserva, em geleia, doce ou compota, entre outros exemplos. No entanto, nem todos estes têm as vantagens nutricionais da fruta fresca. 

Ora vamos analisar:
  1. Os sumos de fruta, mesmo 100%, abdicam da fibra e dos minerais que se encontram junto a esta, aproveitando o sumo que não é mais que água, açúcar e alguns micronutrientes;
  2. Já os batidos que podem ser feitos com a fruta inteira têm a desvantagem de que a exposição à luz e o processo mecânico de tritura destroem grande parte das vitaminas;
  3.  Quando confeccionada a fruta perde também as sua propriedades nutricionais, pois o calor elimina os antioxidantes como a vitamina C;
  4.  Por sua vez, a fruta associada a açúcar (sobremesa, geleias, doces, em conserva) não confere vantagem para a saúde pelo seu elevado teor calórico; 
  5.  Destaca-se que ao ser sujeita a processos mecânicos (ex. secagem, desidratação, liofilização) a fruta perde grande quantidade de água e com esta são arrastadas vitaminas e sais minerais; 
  6.  Por último, é importante saber que quanto mais triturada, passada, cozinhada ou dissolvida estiver a fruta maior é a destruição dos micronutrientes e maior é a capacidade de absorção dos açúcares pelo organismo. Este facto deve-se à disponibilidade dos açúcares simples (ex. glicose, sacarose, frutose), que não necessitam de digestão, limitando-se a serem absorvidos ao longo do tubo digestivo; em termos práticos, nestas formas, a fruta induz menor saciedade imediata e mais rápida sensação de fome.

Muitas duvidas me surgiram na altura que iniciei a minha reeducação alimentar, uma delas foi entender se devia ou não consumir todas as frutas, e se elas seriam todas iguais?

A resposta é NÃO. Existem diferenças substanciais entre estes alimentos: 
azeitona e o abacate destacam-se pelo seu elevado teor de gordura; 
O Melão, Meloa e Melancia têm um baixo teor em açúcar mas extremamente absorvível por estes frutos serem abundantes em água (mais de 90%);
Os frutos vermelhos, bagas e uvas (ex. framboesa, cereja, ginja, morango, amora, groselha, mirtilo, romã) são ricos em antioxidantes (ex. vitamina C) e flavonóides (antocianinas); 
As frutas tropicais (ex. kiwi, papaia, mamão, manga) têm um elevado teor de fibra, vitamina C e carotenos; 
A maçã, banana, pêra, laranja, ameixa e pêssego são fontes de fibras solúveis e prebioticos como a inulina e os frutoligossacaridos que contribuem para um adequado trânsito intestinal e equilibram a flora bacteriana; 
O ananás e abacaxi contêm bromelaína, um composto que aumenta a diurese, melhorando a retenção de líquidos, a sensação de pernas cansadas e a má circulação; 
A banana, uva, figo, anona e dióspiro são ricas em açúcares simples e em calorias.


Tal como eu, vocês já se perguntaram o porque de ser dito que não devemos comer a fruta sozinha certo?
Ora então tal como a Drª diz  que devemos comer sempre a fruta sim! mas sempre com outro alimento e de preferência num lanche da manhã ou da tarde.
 A fruta tem propriedades digestivas, por isso deve evitar fazê-la simples. Em vez disso, conjugue-a com alimentos ricos em fibra, óleo vegetal ou proteína para atrasar a sua digestão e absorção.
Por outro lado deve evitar ingerir vários tipos de fruta ao mesmo tempo, ou conjugar fruta com alimentos que contenham açúcar e outros hidratos de carbono mesmo que complexos. Isso significa que nos minutos seguintes o seu corpo obterá demasiado açúcar (combustível) estimulando a formação de gordura.
Tabela de exemplo de quantidade a consumir recomendada de fruta:
frutas
Se quiserem saber  mais sobre as propriedade nutricionais das frutas consultem o sítio do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (http://www.insa.pt) através da aplicação “alimentos on-line”.

Deixo abaixo alguns livros de nutricionistas que acompanho e que confio no trabalho das mesmas, vejam no seguinte link alguns exemplos.

terça-feira, 18 de abril de 2017

Bolo de Aveia, Banana e Maçã com Nozes sem açúcar




Dia 7 foi o dia especial da Saúde, não tive oportunidade de aqui colocar a minha contribuição neste dia, acho que todos os dias são importantes, para serem lembrados na importância de ter uma alimentação saudável e equilibrada.

Uma alimentação equilibrada é cada vez mais mais importante para contribuir para uma melhor saúde.

Por vezes não precisamos de muito para contribuirmos, basta fazer-mos pequenas alterações na nossa alimentação diária, e estas pequenas alterações são suficientes para conseguirmos melhorar pouco a pouco a nossa saúde.

Vi esta receita algumas semanas fiquei apaixonada assim que vi no fantástico blogue que adoro e sigo desde sempre Coco e Baunilha.

Como eu fico contente ao fazer estas receitas, são daquelas receitas que nos enche  os olhos adoça a boca e toca nos no coração.....

Uma receita que nos deixa deliciados em cada dentada dada por cada fatia, uma receita que podemos comer sem aquele sentimento de culpa, é uma opção ótima para comer a um lanche se soubermos dividir bem as porções.


Fiz algumas alterações pequenas uma delas foi trocar os mirtilos por maçã com mirtilos deve ficar muito bom também mas achei que banana, maça e canela seria a combinação perfeita.... E foi mesmo!

Ingredientes (Para 20 fatias)
Receita adaptada aqui
300g de banana
230g flocos de aveia (inteiros)
85g de nozes grosseiramente triturada
(cerca de 3 a 4 médias)
1 c. (chá) de sumo de limão
400ml de leite magro s/Lactose ou Aveia ou outro (usei s/lactose magro)
60ml de agave (usei da Iswari)*

*(pode usar também Xarope de acer/Mel)
2 ovos
Vagem de baunilha (opcional)
40g de óleo de coco derretido 
1 Maça

1 c. (chá) de fermento em pó
1 c. (sobremesa) de canela (margão)
1 pitada de sal
açúcar de coco q.b

Confeção Tradicional
  1. Pré-aquecer o forno a 180ºC.
  2. Untar uma forma de 20x20cm com manteiga.
  3. Numa taça misturar a aveia com as nozes, o fermento em pó, canela e o sal.
  4. No processador de alimentos, processar as bananas com o sumo de limão. 
  5. Depois junte o leite, agave, ovos, e a vagem de baunilha e processar até ficar homogéneo. Por fim juntar o óleo de coco derretido e voltar a mexer.
  6. Juntar os ingredientes líquidos com os secos e misturar tudo muito bem. 
  7. Colocar a mistura na forma e espalhar a maçã ás meias luas.
  8. Decorar com uma banana aberta ao meio polvilhando com um pouco de açúcar de coco por cima da banana.
  9. Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até ficar dourado e firme.


Confeção Bimby

  1. Pré-aquecer o forno a 180ºC.
  2. Untar uma forma de 20x20cm com manteiga.
  3. Numa taça misturar a aveia com as nozes, o fermento em pó, a canela e o sal.
  4. No copo da bimby colocar a banana com o sumo de limão e bater 7 seg/vel 4.
  5. Juntar o leite, o agave, os ovos, e a vagem de baunilha e bater mais 10 seg/vel.
  6. Por fim juntar o óleo de coco derretido e misturar 7 seg/vel 4.
  7. Juntar os ingredientes líquidos com os secos e misturar tudo muito bem. 
  8. Colocar a mistura na forma e espalhar a maçã ás meias luas.
  9. Decorar com uma banana aberta ao meio polvilhando com um pouco de açúcar de coco por cima da banana.
  10. Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até ficar dourado e firme.